Logo

Artigos - Visualizando artigo

O Caminho mais Rápido para o Sucesso

 

                Numa realidade totalmente capitalista que enfrentamos hoje, todos, ou a maioria pelo menos, estão buscando o sucesso profissional a fim de melhorar suas condições de vida, enfrentando uma concorrência de mercado que está crescendo a cada dia que passa. Crescer nos dias atuais é um desafio bem maior, se comparado a algumas décadas atrás.  Todos buscam um bom emprego ou ter sucesso com seu próprio negocio.     

Porém, surge à dúvida de qual forma o sucesso chega mais rápido, sendo empregado e beneficiando- se de segurança, de incentivos pagos pelo governo, de uma legislação que o favorece, porém, tendo que enfrentar uma vida inteira de treinamentos e trabalho duro, ou ter o seu próprio negócio, atingindo sua independência financeira e quebrando os pisos salariais, além de ter a oportunidade de traçar as regras ao invés de apenas segui-las. Entretanto é necessário estar ciente das responsabilidades e dos riscos de um empreendimento para não afastar-se ainda mais do sucesso. A carga tributária brasileira, que por sinal é uma das maiores do mundo, também aumenta as dificuldades de um negócio. Mas então qual o melhor caminho? A dúvida ainda é grande, existem empregados sonhando em um dia ter seu próprio negócio e empresários aguardando ansiosamente o momento de voltarem a serem empregados.

                A primeira etapa para atingir o sucesso é você conhecer a si mesmo e identificar as características de seu perfil, este é um grande passo para descobrir qual a sua vocação. O melhor caminho é respeitar suas aptidões. Um empreendedor tem características bem diferentes de um empregado, ressaltando que ambos dão plenas condições de sucesso.

                Se, por exemplo, questionarmos alguns empregados se seria possível um Brasil sem penitenciárias, grande parte responderia que isso é impossível. Já um verdadeiro empreendedor, antes de responder, começaria a pensar em formas para que isso fosse possível. Ou seja, para um empreendedor não existe barreiras, tudo é possível. Como um segundo exemplo, se pedíssemos para alguns empregados explicar o sucesso de Silvio Santos, grande parte deles responderia que foi sorte. Já um legítimo empreendedor dirá que foi resultado de muita determinação, confiança, ousadia, experiência e conhecimento. O proprietário de um negócio nunca pode contar com a sorte.

                O perfil de um empregado tem um estilo mais conservador, primeiro enxerga o problema e depois a oportunidade. Já um empreendedor é o inverso, muitas vezes de um grande problema ele extrai algo positivo e que pode contribuir para o seu crescimento. Um empreendedor quando vai realizar alguma coisa ele vai com confiança e com a absoluta certeza de que vai dar certo, não se importa muito se perder ou der errado, simplesmente considera um eventual erro como forma de aprendizagem. Já o empregado é bem mais cauteloso nesse sentido, principalmente quando se trata de dinheiro.

                Resumidamente, na maioria dos casos um empregado gosta de segurança, comodidade, benefícios, tem mais medo de perder, se importa com o que os outros pensam dele, e não é tão seguro nas coisas que faz, ele age com mais cautela. Percebe mais barreiras que um empreendedor. Com personalidade totalmente oposta, a segurança, auto confiança, determinação, ousadia, ambição e criatividade são características de um empreendedor.

                Todavia, de nada adianta um legítimo empreendedor abrir um negocio sem um mínimo conhecimento do ramo que pretende atuar e sem um planejamento prévio para diminuir os riscos, assim como um empregado não pode deixar de observar as exigências do mercado como graduação, trabalho em equipe, cursos profissionalizantes e experiência profissional.

                O caminho para o sucesso é identificar suas aptidões, aprimorá-las e colocá-las a seu favor. Sem dúvida alguma a prosperidade pode vir das duas formas.


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.